Ricardo Marques Candeias comenta as novidades sobre o Plano de Recuperação Judicial da Oi no ECO

De acordo com a homologação pela Justiça brasileira do novo Plano de Recuperação Judicial da Oi, credores portugueses não serão reembolsados em agosto.

Os obrigacionistas portugueses da Oi, lesados da antiga Portugal Telecom, já não irão receber em agosto a primeira parcela do reembolso do dinheiro que investiram, frustrando seis anos de expectativa. Terão de optar por uma das novas modalidades de pagamento até ao dia 1 de julho.

Este é o efeito da homologação pela Justiça brasileira do novo Plano de Recuperação Judicial da Oi, a 28 de maio, explicou ao ECO o advogado Ricardo Marques Candeias, da Candeias & Associados, que representa vários portugueses nesta situação. O plano pode deixar alguns dos investidores com créditos mais avultados mais duas décadas à espera para verem o seu dinheiro.

Leia o artigo na integra aqui.

Share